23 de abril de 2019
Olhar Brasilia

Bruno Leite

Espaço convidado

A cidade escondida

Convidado: Bruno Leite é coordenador-geral da ONG Rodas da Paz e defensor de uma convivência mais pacífica entre pedestres, ciclistas e motoristas nas ruas de Brasília.

Quando discutimos medidas de moderação de tráfego para a cidade, como redução de velocidades, zonas 30, entre outras, o objetivo final é construir uma cidade para todos, e não apenas para quem está de carro. Estamos cientes que, pela ineficiência do transporte público no DF, o carro acaba se tornando a única alternativa de mobilidade para muitas pessoas.

Porém, existe uma grande parcela da população que utiliza o carro no dia a dia, mesmo que tenha condições de adotar o transporte ativo com muita facilidade. Mais por não se atentar a essa possibilidade, que por opção. Seria isso reflexo da nossa “cultura motorizada”?

Não é brincadeira, mas ao deixar o carro em casa e andar ou pedalar por Brasília, você vai poder observar a cidade e suas nuances com mais detalhes.

Nuances que estão acontecendo a todo momento, mas que não conseguimos ver de dentro de nossos carros. É preciso viver a cidade para presenciar um encontro de um homem com seu amigo invisível e se perguntar, o que esses dois tanto têm para conversar?

Foto: Gustavo Minas

É se sentir triste, estressado, pressionado pelas pressões diárias e de repente se animar ao ser presenteado com um buquê de flores, que mesmo não sendo para você, passou na sua frente colorindo a cidade por alguns momentos.

Foto: Bruno Cunha

É não se esquecer que, mesmo em épocas de seca a que estamos acostumados, depois da tempestade sempre vem a bonança.


Foto: Gustavo Minas

É deixar de acreditar em clichês de que nossa cidade é cinza e de concreto, e ver que na verdade ela é colorida e cheia de vida.


Foto: Bruno Leite

Que no verão, apesar de não termos praia, sonhamos acordado com ela o ano inteiro.


Foto: Bruno Leite

Mas que podemos também nos refrescar, divertir e sonhar na beira da água. 

Foto: Bruno Leite

A cidade te faz lembrar que, apesar dos tempos sombrios que você possa estar passando, basta virar uma esquina para encontrar a alegria e luz.


Foto: Bruno Cunha

Em alguns momentos, ela pode te fazer se sentir sozinho,


Foto: Bruno Leite

em outros, com a impressão de nunca estar só,


Foto: Bruno Leite

ou mesmo de ser apenas mais um na multidão.


Foto: Bruno Cunha

Mas tenha certeza, ela também é capaz de te mostrar que você é único. 


Foto: Gustavo Minas

Brasília é feita para ser vivida, a céu aberto e a pé. Existe uma cidade escondida que pode te surpreender todos os dias. Vamos sair dos carros e encontrá-la.

Fotos feitas nas ruas de Brasília por:
Gustavo Minas https://www.instagram.com/gustavominas/ Bruno Cunha https://www.instagram.com/bruno_s_cunha/ Bruno Leite https://www.instagram.com/bmleite1/

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta