24 de maio de 2019
Olhar Brasilia
Marcia Zarur

O silêncio de ‘Um Piano ao Cair da Noite’ grita! E o público quer de volta a tradicional programação da Brasília Super Rádio FM

Fico triste toda vez que uma tradição de Brasília se perde. Sempre digo que quando uma iniciativa cultural de qualidade morre, um pouquinho da cidade morre junto.

O programa Um Piano ao Cair da Noite é uma das nossas tradições. Conheço esse piano desde pequena e certamente ele povoa a memória de gerações de brasilienses.

Que tal um concerto ao vivo, toda semana, transmitido direto do Conjunto Nacional, com o público mais eclético que você possa imaginar?! Pois essa iniciativa musical, poética e romântica corre sério risco de deixar de existir.

Os fãs lamentam o fim do programa ao vivo, assim como as mudanças na antes qualificadíssima programação da Rádio. Afinal, a Brasília Super Rádio FM é um patrimônio da cidade.

89 mega-hertz e 9 décimos no ar há 38 anos, com o melhor do instrumental. Orquestras tocando música clássica, grandes músicos passeando pelo jazz, versões da MPB e temas de filmes inesquecíveis. Concertos fantásticos no som do carro e a voz macia de Lúcia Garofalo afirmando: a diferença é a música!

E bota diferença nisso! Uma rádio onde o modismo e o comercial não entram, ou melhor, não entravam. Era realmente uma emissora diferente de todas as outras, a começar pela inauguração em 1980, sob as bênçãos do Papa João Paulo II. Mais uma das ideias do pioneiro e empreendedor Mário Garofalo. Mas foi tudo diferente demais para resistir…

Lucia ainda levou o sonho do marido adiante depois da morte dele em 2004, mas ano passado, depois que ela também se foi, a antiga Rádio sucumbiu. Os novos administradores estão determinados a fazer uma mistura de rádios comuns, com programação comercial, acabar com o programa ao vivo e manter os clássicos só pela internet. 

Ricardo Pimentel, que desde 87 é um dos músicos de ‘Um Piano ao Cair da Noite’ , não se conforma com a mudança. “Foge totalmente ao sentimento de representar Brasília na categoria de músicas clássicas”, pondera. Ele acredita que a essência da rádio deve transcender as questões comerciais. “Eu considero a rádio a minha segunda casa, e a minha missão com a música é tocar os corações e conduzir as pessoas a um estado de êxtase.”

Nas redes sociais, muitos ouvintes estão se manifestando contra as mudanças, e alguns já falam em organizar um abaixo-assinado pedindo a volta da antiga programação.

Só posso concordar com o que diz o pianista Ricardo Pimentel: o slogan ”A Diferença é a Música” vai perder todo o sentido; não vai ter diferença nenhuma, vai ser só mais uma rádio…

Você também pode gostar

22 Comentários

  • Reply
    Ricardo Pimentel
    2018-05-03 at 11:29

    Perfeito. Convido os caríssimos amigos que acompanham o Olhar Brasília para entrar em nosso grupo: Amigos da Brasília Super Rádio FM. Assim, poderão acompanhar nossas ações e ajudar na defesa da manutenção da programação da rádio que é patrimônio cultural de elevado grau. https://www.facebook.com/groups/619219005082907/

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:51

      Ninguém se conforma com a perda desse patrimônio da cidade. Uma lástima!

  • Reply
    Remo de Oliveira
    2018-05-03 at 23:41

    Acho ótimo que tenha mudança para melhor. A vida segue e tem que se modernizar e acompanhar as mudanças da sociedade. Além do mais isto de por voz de gente morta para fazer a apresentação da programação é de péssimo gosto.

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:52

      Acho que ganhamos sempre com a diversidade, e não ter nenhuma rádio com programação clássica é uma pena!

  • Reply
    shirley Pye
    2018-05-04 at 19:14

    Fiquei Tão chateada quando ouvi na rádio que essa iria ser passada para uma rádio de São Paulo. 🙁 Todos os dias escutava sua programação.. que acalmava e trazia paz a minha casa. Tentei ouvir pela internet mas não é a mesma coisa. Infelizmente, todo esforço de Mário e Lúcia Garofolo para manter a rádio no ar por tantos anos, teve seu fim de maneira tão lastimosa, que meu coração ficou apertado. Muito chateada mesmo!

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:54

      Compartilho dessa decepção, Shirley. Uma pena perdermos uma programação de tão alto nível.

  • Reply
    Claudia Magalhães
    2018-05-06 at 07:23

    Quase não acreditei quando ouvi musica comum na radio marcada no painel do som de todos os carros que já tive…tenho 53 anos e cresci ouvindo os clássicos em Um Piano ao Cair da Noite e a voz encantada de Lucia Garofalo… vamos divulgar o grupo indicado pelo Ricardo Pimentel !

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:54

      Também tive uma imensa decepção, Claudia! Uma pena!!

  • Reply
    Fabio Pina
    2018-05-08 at 00:09

    Ouço a Brasilia Super Radio FM desde criança. Acostumava a dormir quando a radio saia do ar a uma da manha àquela época. Musicas de extremo bom gosto e uma qualidade musical imprrssionante. Infelizmente os herdeiros da radio esta liquidando nao só um sonho mas um patrimonio cultural de Brasilia. Mais uma vitoria da ignorancia e ganancia sobre a cultura e o bom gosto. Estou de luto. É muito muito triste o encerramento desta radio inigualável. Vergonha para os herdeiros. Vergonha!

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:55

      Também lamento imensamente a perda dessa excelente qualidade musical da Super Rádio FM!

  • Reply
    Fernando Antonio Viga Magalhães
    2018-05-11 at 18:34

    É UMA PENA A PERDA DA PROGRAMAÇÃO DE MUITA QUALIDADE MUSICAL SER SUBSTITUÍDA POR UMA PROGRAMAÇÃO TÃO COMUM QUANTO ESTA QUE SUBSTITUIU A DA SUPER RÁDIO BRASÍLIA FM. A BOA MÚSICA FOI MAIS UMA VEZ RELEGADA A UM PLANO TÃO INFERIOR.
    MORO EM BRASÍLIA DESDE 2002, QUANDO AQUI CHEGUEI, DESCOBRI UMA RÁDIO QUE TINHA A PREOCUPAÇÃO EM MANTER UMA QUALIDADE CULTURAL PARA SEUS OUVINTES, NÃO ESTOU AQUI DESCONSIDERANDO OUTRAS RÁDIOS, MAS DESABAFANDO MEUS SENTIMENTOS EM RELAÇÃO A ALGUMAS EMISSORAS QUE NÃO PREZAM PELA QUALIDADE DA CULTURA DE SEUS OUVINTES.
    ESPERO QUE A NOVA DIREÇÃO DA RÁDIO BRASÍLIA SEJA SENSÍVEL AOS PEDIDOS DOS OUVINTES E QUE ESTA PROGRAMAÇÃO DE QUALIDADE RETORNO O MAIS BREVE AO SEU LUGAR.

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:57

      Faço coro ao seu pedido, Fernando. Seria ótimo ter a programação clássica de volta!

  • Reply
    josé hugo mardini
    2018-05-14 at 18:12

    Uma pena, ouvi muito “um piano ao cair da noite”, essa rádio me acompanhou por todos os anos que morei em Bsb, música clássica das melhores.

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:57

      Lamento muito também!

  • Reply
    Alexandre Silva
    2018-06-05 at 10:58

    Todos os dias, depois de pegar minha filha na creche, a primeira coisa que eu fazia ao entrar no carro era ligar o rádio na Super Radio. Eu minha filha íamos para casa escutando Um Piano ao Cair da Noite. Um belo dia, liguei na rádio e… eu tomei um susto enorme.. Cadê o piano?…que tristeza…

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:57

      Só posso concordar: que tristeza!!

  • Reply
    JETHER R. BATALHA
    2018-06-12 at 17:11

    O fim da Rádio Brasília como rádio aberta foi uma das maiores tragédias no entretenimento e cultura de Brasília. Foi uma chance que do povo perdeu de poder ouvir musica pura instrumental do mundo inteiro e foi um tesouro perdido para os que a apreciavam incondicionalmente. 1º de maio foi o dia em que passaram um trator em cima de um jardim musical florido. Choro pela Rádio Brasília que se encerrou e que foi mantida com tanto altruísmo pelo Sr. Mário e Lúcia Garrófalo.

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:58

      Brasília perde muito com o fim desta programação de extremo bom gosto!

  • Reply
    Josias
    2018-06-16 at 00:36

    O que houve? Qual o motivo de se acabar com a tradicional “rádio das músicas clássicas”? Será que pensam que vão manter os radiouvintes? Prefiro levar meus CDs clássicos no carro, a ter que ouvir o que se encontra em qualquer lugar: música de qualidade duvidosa. Já retirei a 89,9 da memória do meu rádio veicular!!!

    • Reply
      Marcia Zarur
      2018-07-04 at 19:59

      Infelizmente os novos administradores não compreenderam a importância de manter a programação diferenciada da Rádio!

  • Reply
    Maria Cristina Fernandes Pimentel
    2019-04-28 at 20:35

    Saudades da Brasília Super Rádio FM, a diferença é a música 🎶🎶

  • Deixe uma resposta