8 de maio de 2018
Olhar Brasilia

Imagem da câmera de segurança

Lá na minha rua

É muita audácia!

É muita certeza de impunidade, é muita cara de pau, é muita bandidagem! Dois homens disfarçados de policiais civis chegam a um bloco da 311 Norte, enganam o porteiro, mostram documento falso, dizem ter um mandado judicial , e obrigam o funcionário do prédio a subir até um apartamento.

Depois de renderem o porteiro, arrombam o apartamento, roubam objetos e vão embora. Simples, assim!

Isso ocorreu na tarde de hoje, 08/05, no bloco A da 311 Norte. Questão de honra para a Polícia Civil resolver esse caso. Era o que faltava em Brasília… Esse tipo de crime. Brasília e seus moradores não merecem ter de conviver com mais isso.

A insegurança já faz parte do cotidiano do brasiliense de todo o Distrito Federal. Sabemos de áreas bem mais vulneráveis que o Plano Piloto. Mas, bandido se fazer passar por policial para praticar crimes não pode virar mais uma ameaça ao brasiliense em qualquer canto que seja.

A pior coisa que pode ocorrer às instituições públicas é quando sua imagem é usada para atos criminosos e o cidadão não saber identificar o falso do verdadeiro. Então, agora, a gente esbarra embaixo do bloco com supostos “policiais civis” e eles podem ser bandidos?

Em plena luz do dia, pessoas caminhando tranquilamente nos arredores achando que os falsos policiais ali cumpriam seu dever e, na verdade, era uma invasão que estava ocorrendo.

Os policiais civis, ou qualquer outro servidor da área de Segurança Pública, não merecem ser confundidos com farsantes. Esperamos que tenha sido um caso pontual e que a prisão desses bandidos seja breve para coibir mais esse tipo de crime na cidade. Felizmente não houve maiores consequências de violência, mas nos fragiliza motrando o grau de vulnerabilidade a que estamos expostos. Você pode esbarrar com o bandido no elevador, na garagem, na entrada do seu prédio… 

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta