16 de Maio de 2018
Olhar Brasilia
Vitrine Cultural

Uma festa do tamanho do coração nordestino

Quem mora em Brasília sabe que o coração do Nordeste bate também no Distrito Federal, mais precisamente em Ceilândia, onde as tradições nordestinas são revividas diariamente. E uma vez por ano a festa mais característica do Nordeste toma conta da cidade, com tudo o que há de melhor – a começar pela música!

O Maior São João do Cerrado faz jus às raízes e traz para Ceilândia a música típica do Nordeste. Não se rendendo a modismos ou tendências, a festa resgata, pra valer, a cultura e as lembranças de quem deixou a terra natal para construir e abraçar Brasília.

No palco principal, atrações para encher os olhos, como o balé Flor do Cerrado e o grupo Pé de Cerrado; e para balançar o corpo, como Chambinho do Acordeom, Lucy Alvez, Solange Almeida, Felipe Alcântara e muito mais. Veja aqui a programação dos 3 dias de festa!

E nós, do Olhar Brasília, vamos ter a honra de subir nesse palco, sábado, dia 19, para apresentar a campanha Mexeu com Brasília, Mexeu Comigo!

Afinal de contas, o movimento do Olhar Brasília tem tudo a ver com o nosso maior São João, que é uma iniciativa antiga de valorização de Ceilândia e de nossa gente. Há 12 anos, a idealizadora do evento, Edilane Oliveira, se desdobra em mil para viabilizar essa festa, que é esperada pela população o ano inteiro.

“A alegria é a base da cultura popular brasileira. E nada é mais gratificante do que oferecer esse pedaço de Brasil e um pouquinho da alma e da alegria de seu povo para o mundo. Realizar o São João do Cerrado é realizar um sonho! É acreditar na certeza de que podemos construir um mundo melhor e mais alegre”, comemora Edilane.

Este ano, o arraiá chegou mais cedo. Vai ser neste fim de semana e, já na entrada da imensa estrutura, o público vai sentir o gostinho do interior. Casinhas cenográficas, com cores vivas, cortinas de chita na janela e delicadeza espalhada por toda parte. É a Vila Borborema, que recria o ar nordestino e reúne 12 casas que abrigam artesanato e peças de artes plásticas produzidas por gente daqui. Um encanto!

E, nesse clima, o São João do Cerrado 2018 faz uma homenagem às rendeiras do Brasil, que preservam técnicas e saberes tradicionais, consolidando a identidade cultural brasileira. 

A tradição também está presente no romântico coreto pra inspirar os casais, e nas ilhas de forró, com o autêntico pé de serra pra quem quer se acabar de dançar. E como em festa boa não pode faltar comida, uma fartura de pratos famosos da região pra recarregar as energias. Da buchada de bode, acarajé e sarapatel aos prazeres das delícias juninas, como a pamonha, a canjica e o pé-de-moleque.

Você está convidado a participar dessa linda festa de coração nordestino, que combina a estrutura de um megaevento com a essência de um arraiá do interior!

Olha só: o Maior São João do Cerrado ocorre em 18, 19 e 20 de maio, ao lado do Estádio Abadião, em Ceilândia, com entrada gratuita. Os portões abrem às 18h, e os shows do palco principal começam às 21h. Chegue cedo para aproveitar essa festa para a família toda. Participe!

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta