5 de junho de 2018
Olhar Brasilia

Jéssyca Melo

Lá na minha rua

1 ano de Olhar Brasília com muito rock!

Com as cores e os sons da cidade, celebramos 1 ano do site Olhar Brasília. Com tudo que a capital tem de melhor e que a mais simboliza: o verde e a sombra das árvores que a fazem cidade-parque, o azul do céu que é a nossa praia, muito rock e a sua galera, a geração Brasília que ocupa os espaços da cidade com arte e diversão. 

No palco, no gramado da Funarte, rolaram shows de bandas autorais do projeto Rock na Ciclovia, que teve a edição especial Mexeu com Brasília, Mexeu Comigo! Nosso encontro começou no início da tarde e seguiu animado até as 21h, numa celebração das bandas que fazem parte da nova geração rock Brasília: Vemares, EntreILhas, Culpa é de DulC, Koppa, Kalibre e Circo de Marvin (que veio de Salvador).

“O Rock na Ciclovia é um projeto para dar espaço às bandas autorais, é um projeto sem intervenção de governo, é desse grupo de pessoas que acredita, ama fazer música, fazer rock e mantê-lo vivo na cidade”, disse Philippe Seabra, líder da banda Plebe Rude e criador do Rock na Ciclovia.

O projeto foi resgatado por Seabra para trazer de volta aquela atmosfera efervescente dos anos 80 em Brasília que lançou Aborto Elétrico, depois Legião e a própria Plebe Rude, em shows como o de domingo agora no gramado da Funarte. O Rock na Ciclovia rolava nos anos 80. Há 3 anos, Seabra resgatou o projeto e realizou diversas edições, algumas aconteceram no Deck do Lago Norte, no Parque da Cidade e a de domingo passado no gramado da Funarte.

E o site Olhar Brasília não poderia ter comemorado da melhor forma seu 1 ano no ar! Em meio a um projeto de rock que tem o DNA da cidade, que já revelou e revela o que temos de melhor e que levamos para o país. O movimento de defesa da cidade está junto, apoiando as bandas e sendo apoiado por elas.

Na nossa festinha, foram sorteadas camisetas do movimento Mexeu com Brasília, Mexeu Comigo! e ingressos para o Fla-Flu que rola na próxima quinta-feira no Mané Garrincha. Foram uma festa o sorteio e a interação com o público que passou por lá durante a ensolarada tarde de domingo. Os foodtrucks debaixo das árvores com mesinhas e cadeiras foram ponto de encontro para aproveitar melhor ainda a tarde de rock.

Foi lindo, foi simbólico, foi histórico pra gente do Olhar Brasília! Estar com vocês, bandas e público! Agradecemos demais a Phillipe Seabra; Marquinhos Pinheiro, radialista à frente do programa Cult 22, da rádio Cultura; ao músico e produtor Rony Meolly; e a Cris Paulino, que deram apoio e suporte para que esta edição especial do nosso aniversário acontecesse! E especialmente às grandes estrelas da nossa festa: as bandas! Vemares, EntreILhas, Culpa é de DulC, Koppa, Kalibre e Circo de Marvin.

                            

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta