12 de novembro de 2019
Olhar Brasilia

Jimmy Lima

Capa Vitrine Cultural

Celebração para o Prêmio da Música

Uma grande noite de confraternização e homenagem às pessoas que vivem de e para a música marcou o encerramento da 5ª edição do Prêmio Profissionais da Música. Realizada no Clube do Choro pela primeira vez, a cerimônia de premiação reuniu 300 dos 490 finalistas.

Profissionais de todo o mercado da música, envolvendo agentes que atuam na criação, produção e convergência, reuniram-se para aplaudir os vencedores de 67 categorias (e outras três para os campeões da votação popular) e reverenciar os homenageados do PPM 2019: Claudio Santoro (in memorian), Ronaldo Bastos e Genildo Fonseca.

Entre os 400 presentes que lotaram a tradicional casa de shows brasiliense, além de finalistas do Distrito Federal, compareceram concorrentes de 13 estados. 

Gustavo Vasconcellos, idealizador do PPM e anfitrião da noite, comemorou: “A palavra que mais se adéqua a este momento é valor. E o maior valor que compartilhamos foi o amor pelo próximo, independente de gerações, gêneros ou classes. A música venceu”.

O site Olhar Brasília apoiou o Prêmio Profissionais da Música e esteve presente na noite de encerramento para entregar uma das premiações, por meio da jornalista Samanta Sallum. 

Ao longo da noite, dividindo as modalidades da premiação, três atrações musicais especiais.

O primeiro a se apresentar foi o violonista André Siqueira interpretando “Amor em Lágrimas”, música de Claudio Santoro e letra de Vinicius de Moraes.

 Em seguida, Gustavo Vasconcellos entregou o troféu A Parada da Música a Gisèle e Rafaello Santoro, esposa e filho do maestro e compositor.

“Eu me sinto extremamente honrada e emocionada. É um sentimento que reflete toda essa luta do Gustavo pela música brasileira, algo tão importante para nós. Que ele tenha dedicado essa homenagem ao Claudio, que também lutou pela música brasileira, é algo muito importante e comovente para nossa família”, afirmou Gisèle.

O produtor musical Genildo Fonseca, representando a modalidade Produção, emocionou-se com a performance de Diego Salvetti interpretando “Aquarela”, sucesso de Toquinho, artista brasileiro empresariado por Genildo há mais de 30 anos. “Esta homenagem é um momento único, transformador, que aquece a alma, eleva a autoestima e nos impõe o compromisso de buscar qualidade e transparência. Tenho a certeza de ser um eterno aprendiz, com a responsabilidade de corresponder sempre. A música é uma linguagem sem fronteiras”, discursou Genildo ao receber o troféu das mãos do violonista e compositor Roberto Menescal, presidente de honra do júri.

Coube ao grupo Gente de Casa, brindando o público com um bonito arranjo das músicas Trem Azul e Todo Azul do Mar, composições de Ronaldo Bastos, um dos fundadores do Clube da Esquina, abrir a última homenagem e último segmento de premiação da noite: Criação.

“Em primeiro lugar, gostaria de agradecer o Gustavo Vasconcellos e sua equipe por toda essa construção que eles vêm fazendo de apoio à música popular brasileira. É louvável. É muito bom estar junto disso, ter apoiado essa ideia desde o início (2012)”, disse Ronaldo, ao lado de do produtor e publicitário Thomas Roth, que lhe entregou o troféu.

Confira a lista de categorias e a classificação final após as três etapas de votação.

http://ppm.art.br/os-campeoes-2019/

 

 
 

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta