7 de dezembro de 2019
Olhar Brasilia

Fotos: Carol Nemetala

Capa Vitrine Cultural

O Gama olha Brasília

A exposição do Prêmio Olhar Brasília de Fotografia chegou ao SESC do Gama. O público vai ter a chance de ver as 42 fotos selecionadas no concurso que celebrou a Capital no seu aniversário. 

São fotos de todas as Regiões Administrativas, além dos conhecidos cartões postais de Niemeyer.  Um olhar belo e diverso como a própria Capital. A seleção foi um trabalho árduo, já que a qualidade do material recebido superou muito as expectativas. 

Os 10 finalistas do Prêmio na categoria Amador foram escolhidos por participação popular nas redes sociais. A partir dessa primeira seleção, os 3 vencedores foram eleitos por uma comissão de jurados, formada por representantes de diversos segmentos do DF. Já as premiadas na categoria Profissional foram selecionadas e eleitas pelo júri. (Veja aqui a composição das duas comissões).

Descentralizando a cultura

O Prêmio Olhar Brasília de Fotografia estimulou os brasilienses a declararem seu amor pela cidade e apurarem o olhar para os cantinhos pouco conhecidos do nosso DF. Por isso nada mais justo do que ter essas imagens expostas também fora do Plano Piloto.

A mostra passou pelo SESC da Ceilândia e agora chega ao SESC do Gama. E a parceria vai além do apoio da entidade ao Prêmio. É uma visão convergente do Olhar Brasília com o SESC, que sempre estimulou a descentralização da cultura. 

Regiões Administrativas que não tinham sequer um teatro, ganharam estrutura digna e espetáculos de qualidade. Bons exemplos são o Teatro Newton Rossi, na Ceilândia, onde a exposição de fotos do Prêmio Olhar Brasília recebeu mais de 6.000 pessoas, e o Teatro Paulo Gracindo, no Gama, que recebe agora a mostra de imagens. 

O projeto, sem fins lucrativos, tem o apoio da Fecomércio-DF, Coca-Cola, e Globo Brasília. Ao todo, foram distribuídos R$ 8 mil em prêmios.

Olha só:
Exposição Olhar Brasília
Até: 15/12
Horário: de segunda a sexta, das 9h às 20h; e aos sábados, das 10h às 18h
Local: Sesc do Gama

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta