5 de dezembro de 2020
Olhar Brasilia

Divulgação

as cores de to
Vitrine Cultural

Autoras de Brasília lançam livro infantil premiado neste sábado

As autoras brasilienses Flávia Ribas e Carmen San Thiago lançam, neste sábado, 25/7, às 16h, no Instagram, seu novo livro infantil, As Cores de Tó. A obra recebeu um prêmio nacional de literatura, concorrendo com mais de 70 textos de todo o Brasil. O IV Prêmio de Literatura da Editora da Universidade Federal do Espírito Santo foi concedido em março de 2020 e o lançamento em Brasília foi adiado, por causa da proibição de eventos.

“O livro conta a história de crianças que vivem a guerra no Sudão do Sul e foi inspirado no trabalho da psicóloga do Médicos Sem Fronteiras Débora Noal com crianças em um campo de refugiados. Tó, o personagem principal, é um menino de 9 anos que vê seu mundo perder as cores depois que a guerra civil chega à sua aldeia, no Sudão do Sul. Ele e a prima Anna buscam um reencontro com suas memórias.

O leitor vai descobrir que precisamos de muito pouco para devolvermos as cores para um mundo dividido em fronteiras e imerso nas cinzas de conflitos desnecessários”, diz a resenha do Júri do IV Prêmio Ufes de Literatura, composto por professores de literatura de três universidades federais, Gabriela Rodella (UFSB), José Nicolau Gregorin Filho (USP) e Paulo Roberto Sodré (UFES).

A ideia original era que o livro chegasse a crianças que vivem em campos de refugiados. Quando Débora retornou da missão, seu relato me comoveu muito. Precisava contar uma história que tocasse as crianças e alertasse para as feridas invisíveis que guerras podem causar. Curiosamente, o livro nasce em um momento em que muitas pessoas passam por perdas importantes e a história ganha um outro sentido”, diz a autora, Flávia Ribas, que já viveu em Guiné Bissau, na África, onde conheceu a situação crítica de famílias refugiadas. “Mais de 34 milhões de crianças em todo o mundo tiveram de deixar suas casas por causa de guerras ou desastres naturais”, lembra Flávia Ribas, que já trabalhou com o Unicef no Brasil. “A situação de crianças refugiadas é muito frágil, e esse é um dos principais dramas humanos contemporâneos, além da pandemia”, diz.

Quem deu vida aos personagens foi a artista plástica Carmen San Thiago, radicada em Brasília. “Quais são as cores e as formas de suas memórias?”, provoca a artista, que utilizou a sua sensibilidade para escolher as cores que falam dos sentimentos e emoções dos personagens. Suas impressões em tecido ganham novas formas e sentidos, mas o livro original só está sendo produzido em papel.

Este é o segundo livro das autoras, que já lançaram, em 2019, O Casamento da Girafa com o Leão, de forma independente.

A obra destaca a participação de Débora Noal, psicóloga do Médicos Sem Fronteiras e Pós-Doutoranda em Saúde da Fiocruz, também autora do livro Humano no Mundo, onde relata seus diários de missões humanitárias em países afetados por desastres, como Haiti, epidemia do ebola, como o Congo, ou guerras, como Líbia, e atualmente, ministra cursos pela Fiocruz para formar profissionais em Saúde Mental e Atenção Psicossocial na COVID-19, formando uma rede com milhares de profissionais do Brasil inteiro. Débora também reside em Brasília.

O Book trailer de As Cores de Tó foi produzido pela Roman Filmes, com trilha sonora de Zal Sissokho e Sérgio Boré, com a canção Beni Dania, do álbum Tambores Urbanos.

Olha aqui!
As Cores de Tó, Editora Edufes, 2020
O livro custa R$ 30
Flávia Ribas e Carmen San Thiago, com a participação de Débora Noal
Lançamento: próximo sábado, 25/7, às 16h, no Instagram @fribaslivros e @carmensanthiago
Mais informações em: www.instagram.com.br/fribaslivros
Para mais informações: (61) 98151-3831

Como adquirir:
No site da editora, http://edufes.ufes.br/onde-encontrar
Na Amazon, em https://is.gd/coresdeto
Na Livroteca, em Águas Claras – https://storytime.com.br/

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta