2 de dezembro de 2021
Olhar Brasilia

Glenio Dettmar

Marcia Zarur

A dona de Brasília

Ela chegou. A multidão alvoroçada, barulhenta e dispersa parou e aplaudiu
de pé. Desde sempre ela teve esse magnetismo e foi lindo ver a cidade
reverenciando uma de suas donas. Sim, Ailema Bianchetti é dona de Brasília. A homenagem não poderia ter sido mais emocionante e merecida.

Foi o lançamento da coleção Mestres Cobogós, mas a noite era todinha dela.A mestra, maestra da família, regente atenta e amorosa que há 95 anos transborda afeto e partilha sabedoria. Arte-educadora, mãe, vó, bisa – refúgio e eixo de um dos artistas mais importantes do país: Glenio Bianchetti.

Ela foi reverenciada e aclamada, mas Dona Ailema não liga pra fama e pra
salamaleques. É fã da simplicidade e dos gestos sinceros, como os sorrisos que coleciona e os abraços que está louca para voltar a receber. Mesmo com tantos cuidados exigidos pela pandemia, a festa no Beirute foi uma celebração. E ela, de fato, recebeu infinitos abraços nos olhares, nas palavras e nas surpresas que a noite
reservou. Como o discurso espontâneo de um dos frequentadores do bar. Fez do banco de madeira palanque para declamar, de improviso, mais uma ode de amor e gratidão a ela.

Difícil descrever essa minha ‘avó postiça’, linda, talentosa, generosa, criativa, contemporânea, doce, forte, inteligente e muito, muito amorosa. Os adjetivos nunca são suficientes…

Ana Maria Lopes e eu, quando decidimos levar à frente esse projeto, não
tivemos dúvidas ao decidir quem seria o primeiro nome da nossa coleção. Glenio Bianchetti precisa ser conhecido e admirado pelas novas gerações. Seu legado é inestimável e sua contribuição para Brasília é fundamental. Mas o que nós queríamos, secretamente, era dar também esse ‘presente’ para a nossa Ailema, embrulhado em afeto com os mais fortes laços de amizade.

Acho que conseguimos. Ailema saboreou cada momento, cada encontro e
brindou com uma caipirinha caprichada. Porque ela é assim: perfeita na sua extrema humanidade.

Você também pode gostar

2 Comentários

  • Reply
    Antonio Augusto Guterres Soares
    2021-11-03 at 20:00

    Excelente trabalho da Marcia.
    Gostei muito

  • Reply
    Antonio Augusto Guterres Soares
    2021-11-03 at 20:01

    Gostei deste excelente trabalho da Marcia.
    abraços

  • Deixe uma resposta