16 de junho de 2019
Olhar Brasilia
Vitrine Cultural

Chegou a hora de rir

O tradicional palhaço de circo, que faz graça das pequenas sutilezas, vai estar presente, a partir de hoje até domingo, em cinco palcos do DF: no Complexo da Funarte e nas unidades do Sesc do Setor Comercial Sul, do Gama, de Ceilândia e de Taguatinga Norte.

A 16ª edição do Festclown vai reunir mais de 30 apresentações, com a diversidade de 22 companhias nacionais e internacionais. 

“A novidade este ano é que teremos duas lonas de circo, uma na Funarte e outra em Ceilândia”, destaca a coordenadora de Ações Culturais do Sesc-DF, Juliana Valadares. “A cada ano, o festival se sustenta e cresce como um dos principais do cenário circense. Podemos dizer que é uma conquista para os artistas e para o público”, comemora.

Aprendendo a fazer graça

Além das apresentações, esta edição terá cursos, palestras e oficinas. Este ano, o festival recebe, pela primeira vez, a equipe do Circus Incubetor – um projeto da União Europeia para o desenvolvimento de novos talentos e soluções para a arte circense contemporânea. 

“A participação do Circus Incubetor é um primeiro passo para inserir Brasília no circuito internacional de arte circense, se equiparando ao Canadá, à França e à Finlândia”, comenta o técnico de Cultura do Sesc Gama, Leonardo Braga.

O Festclown vai contar com a presença de artistas do México, Peru, Argentina, França, Suíça, Inglaterra e Israel, além de palhaços de várias regiões do Brasil.

Olha aqui a programação completa, que começa hoje e vai até domingo, com entrada franca. Informações: 0800 617 617.

Você também pode gostar

Nenhum comentário

Deixe uma resposta